Follow by Email

sábado, 2 de março de 2013

Teté deixa Turismo, volta à AL para tirar Daltinho, que deverá ser expulso do PMDB


CONFRONTO | 01/03/2013 - 18:20

Teté deixa Turismo, volta à AL para tirar Daltinho, que deverá ser expulso do PMDB


-- Teté Bezerra (PMDB) deixa Executivo e volta à AL...
Teté Bezerra (PMDB) deixa Executivo e volta à AL...
-- ...em substituição ao suplente e rebelde Adalto de Daltinho
...em substituição ao suplente e rebelde Adalto de Daltinho


   Sob 













Sob orientação do governador Silval Barbosa, Teté Bezerra deixa a pasta do Desenvolvimento do Turismo na próxima semana e reassume a cadeira de deputada para tirar da Assembleia o suplente e empresário Adalto de Freitas, o Daltinho, que, mesmo sendo do PMDB, partido do chefe do Executivo estadual, passou a agir como opositor e vem disparando críticas à administração.


   Este Blog apurou que as declarações de Daltinho na semana passada, em entrevista ao vivo ao RDTV e também ao portal RDNews, provocaram reviravolta e reação no Palácio Paiaguás. O deputado afirmou que falta pulso, verdade nos propósitos e sentimento na vida pública e política por parte do governador. Ainda reclamou de falta de espaço na gestão estadual - confira aqui.
   Chateado com o que chama de radicalismo e de críticas sem fundamento feitas por um companheiro do próprio partido, Silval entrou num acordo com Teté, titular da cadeira na Assembleia. Ficou combinado que ela será exonerada no início da semana para, na próxima sessão ordinária de terça ou de quarta, reassumir o posto, o que leva Daltinho a perder a cadeira. A pasta do Turismo será comandada por Jairo Pradela, hoje secretário-adjunto. Para desgraçar a vida pública de Daltinho, ele ainda vai enfrentar processo de expulsão do PMDB por infidelidade.
   Não é de hoje que Daltinho, derrotado a prefeito de Barra do Garças pela segunda vez, vem disparando críticas ao governo Silval. Depois da entrevista ao RDTV e ao RDNews, o peemedebista passou a subir constantemente à tribuna para, numa linha dura, apontar falhas da administração estadual, como se tivesse mandando recado. A reação veio com a sua retirada da atividade parlamentar.
   Daltinho disputou a prefeitura de Barra do Garças pela primeira vez em 2004. Ficou em terceiro lugar, com 5.875 votos, atrás de Wilmar Farias (já falecido) e do eleito na época Zózimo Chaparral (PC do B). Depois disso o peemedebista resolveu investir na disputa pela Assembleia. Em 2006 conseguiu se eleger, mas em 2010 não reconquistou a cadeira. No ano passado, tentou de novo a prefeitura, não obtendo êxito. De quarto-suplente, Daltinho acabou sendo beneficiado com vaga na AL por causa do licenciamento de Teté e da eleição para prefeito de Walace Guimarães, em Várzea Grande, e de Nilson Santos, em Colíder.
Fonte: Rd News
http://www.rdnews.com.br/blog/post/tete-deixa-turismo-volta-a-al-para-tirar-daltinho-que-deve-ser-expulso

Nenhum comentário:

Postar um comentário