Follow by Email

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Riva usa tribuna para justificar cheques sob posse de "colega"


INVESTIGAÇÃO | 09/04/2013 - 20:59

Riva usa tribuna para justificar cheques sob posse de "colega"

Victor Cabral

Foto: Fablicio Rodrigues/AL
Foto: Fablicio Rodrigues/AL -- Presidente José Riva (PSD)
Presidente José Riva (PSD)
   O presidente da Assembleia, deputado José Riva (PSD), usou a tribuna da sessão vespertina desta terça (9) para explicar que conhece Avilmar de Araújo Costa há mais de 30 anos. Ele foi preso em uma rodovia federal em Minas Gerais (MG) com R$ 790 mil, € 50 mil (euros), além de três cheques da Assembleia de Mato Grosso (MT), no valor de R$ 58 mil cada, assinados pelo social-democrata. Riva, no entanto, reforçou que o Legislativo estadual não emite cheque há mais de 10 anos.
   O deputado ainda ressaltou que desconhece o porquê de Avilmar estar em posse dos três cheques da Assembleia. “Não sei as razões dos cheques estarem com ele, mas são cheques que foram cancelados e prescritos”, justificou. Por meio de nota, Riva ainda disse que os cheques encontrados devem ter sido emitidos em data anterior a 2003 e não foram descontados.
   Ainda na tribuna, o parlamentar explicou que já realizou atividade comercial com Avilmar, contudo, foi para compra e venda de gado, além de propriedades rurais. O social-democrata ressaltou que o acusado realizou doação para sua campanha eleitoral. “Está tudo declarado e contabilizado com notas fiscais. É possível que ele tenha feito uma, duas ou três doações de campanha”.
   A notícia da prisão foi veiculada pelo G1 Triângulo Mineiro. Conforme a reportagem, além de Avilmar, foram presos outros 3 rapazes. Além de Riva, nos cheques apreendidos constava também a assinatura do governador Silval Barbosa (PMDB), que já ocupou o cargo de 1º secretário e, portanto, era ordenador de despesas do Legislativo. Avilmar foi encaminhado para a Polícia Federal de Uberaba.

Fonte: Rd News


Nenhum comentário:

Postar um comentário